9 de mai de 2011

Órfãos da competência: Remoção da Doutora Sônia Eunice Odwasny

Este post poderia começar exaltando a eficiência da Juíza titular da comarca de Jaguaruna/SC. Assumiu uma comarca problemática, que englobava três municípios, inúmeros processos que vagavam sem solução dos litígios.
Poderia exaltar a celeridade, posto que em 03 anos a comarca, conhecidamente engessada, flui positivamente, com ações tramitando em tempo recorde, sem que haja qualquer afronta a legislação ou aos direitos constitucionais das partes.
Poderia exaltar a condução das audiências, o respeito pelas partes, advogados e promotores. Há também as ponderadas decisões, que não necessariamente agradavam os clientes deste advogado, mas sempre pautadas pela coerência e respeito às pessoas envolvidas.
Nas ações penais era sensível as condições dos réus e preocupada com penas excessivas.
Comecei a advogar quando a doutora assumiu a comarca, aprendendo muito com a simplicidade dos atos, a facilidade de acesso e a não existência de barreiras, até porque somos todos auxiliares da justiça.
Esta é a característica principal a ser exaltada: a Dra. Sônia, mesmo investida no cargo, sempre preservou a simplicidade e acessibilidade, sem por isso perder a autoridade que o cargo possui.
Hoje a comarca está orfã.
Feliz é a cidade de Barra Velha, para onde foi removida a Doutora.

2 comentários:

  1. Concordo Plenamente com tudo o que você colocou! Sou estagiária dela aqui em Barra Velha e aprendo muitíssimo!!!

    Viva Dra Sônia

    ResponderExcluir
  2. Também já tive oportunidade de conhecer o trabalho da doutora sônia. Sem dúvida ela merece este reconhecimento. A sua dedicação, conduta profissional e capacidade técnica servem de exemplo a ser copiado por magistrados do país inteiro. Parabéns também ao Estado de SC por ter acertado nesta escolha.

    L.Alvarenga

    ResponderExcluir