30 de mai de 2011

Defesa Civil de SC mantém estado de alerta por causa da ressaca

NO DC

Previsão é de que na quarta-feira o mar já apresente condições de navegação

:imagem 9
Apesar de a forte ressaca do mar do fim de semanaestar perdendo força, a Defesa Civil de Santa Catarina mantém alerta para surfe e navegação. Os técnicos fazem monitoramento e reavaliação diária da situação para evitar estragos como os verificados no fim de semana.

O diretor da instituição, major Márcio Luiz Alves, alerta para os perigos no mar.

- Há quem acredite que as ondas como estão são perfeitas para a prática de esportes, como o surfe, o que é um erro. O risco é grande e o mar não está confiável - orienta.

No caso dos pescadores, o pedido é de que as pequenas e médias embarcações não sejam colocadas na água.

- Sabemos que é a época da tainha, mas eles precisam ter paciência. Na quarta-feira o mar já deve apresentar condições de navegação e podem fazer seu trabalho com segurança. Em Palhoça, uma embarcação de 11 metros naufragou, em uma baía protegida, o que dá a dimensão da situação.

A ressaca no Litoral foi provocada devido à atuação de um ciclone extratropical no oceano. O fenômeno provocou ventos fortes, consequentemente impactando no tamanho das ondas, que atingiram alturas entre cinco e seis.

A Epagri/Ciram, órgão estadual que monitora as condições climáticas, já tem registro de ondas por volta de 3,5 metros, confirmando a previsão da redução na força do fenômeno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário