10 de mai de 2011

Igreja do Santo Daime deve pagar indenização por matar vaca de susto, no Sul de SC

Do diário Catarinense

Justiça declarou que dono do animal, vizinho da Igreja, receba R$ 2,8 mil

Uma Igreja da religião Santo Daime deverá pagar ao seu vizinho R$ 2,8 mil após ocasionar a morte de sua vaca por susto, em Braço do Norte, no Sul de Santa Catarina. Ivandro Rodrigues Souza ganhou a ação na Justiça após seis anos do incidente, em julho de 2005.

Segundo o Tribunal de Justiça (TJ), a comarca da cidade declarou que a Igreja do Céu do Cruzeiro Iluminado foi a responsável pela morte da vaca. Ivandro diz que no dia 1º de julho houve um "ritual com música e fogos de artifício" que assustou o animal. Dois dias depois, a vaca, que estava prenha, abortou e chegou a entrar em tratamento, mas não resistiu e morreu.

Durante apelação, a Igreja confirmou que realiza práticas do Santo Daime e que existem reuniões quinzenais, mas com objetivos assistenciais. No dia 1º de julho, afirmou ter usado fogos de artíficio como comemoração à inauguração da sede.

Laudos veterinários apontaram estresse decorrente de susto. Após o laudo e a confirmação, por representantes da Igreja, de duas caixas de fogos de artíficios queimados no dia, o juíz considerou a Igreja culpada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário