27 de abr de 2011

Site reúne informações sobre o crack

Do Diário Catarinense
Os municípios brasileiros têm, a partir de hoje, um espaço para trocar informações e boas práticas de enfrentamento ao crack. Lançado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), o Observatório do Crack – iniciativa inédita no país – vai servir como um banco de dados público, alimentados pela sociedade e por órgãos públicos e privados.

O ponto de partida do observatório foi a pesquisa sobre a situação da droga nos municípios brasileiros, feita em novembro de 2010, que constatou o alcance nacional do problema, disseminado por todo o país. A investigação mediu o consumo ou a circulação do crack em 98% das cidades.

– Nós nos ressentimos de dados e da falta de uma política nacional para enfrentar uma guerra deste tamanho. Agora teremos uma ferramenta de consulta para toda a população – diz Paulo Ziulkoski, presidente da CNM.

O Observatório do Crack acompanha a evolução nos municípios, as ações desenvolvidas, os investimentos e os resultados alcançados. O banco de dados pode ser acessado no site www.cnm.org.br/crack.

Nenhum comentário:

Postar um comentário