29 de mar de 2011

Processo coletivo contra Wallmart: 500 mil funcionários no pólo ativo!

Do Terra


A Suprema Corte de Justiça dos Estados Unidos vai ouvir nesta terça-feira a argumentação da rede de supermercados Walmart para encerrar um processo coletivo movido por 500 mil funcionárias que disseram ter sofrido discriminação de gênero. A ação, a maior coletiva dos EUA, vem se arrastando há dez anos.
Se rejeitada a argumentação, a Justiça dará prosseguimento à ação coletiva. A primeira das ações contra o Walmart foi movida em 2001, por sete empregados que alegaram que as mulheres recebiam salário menor do que colegas homens no mesmo cargo. No entanto, o Walmart nega as acusações e duvida da validade da ação coletiva, exigindo que as funcionárias entrem com ações individuais

2 comentários:

  1. eu espero que o todo dia de cruz das almas tambem seja processado por mesmo processo de maltrados e esploraçao entre funcionarios.

    ResponderExcluir
  2. Sou cliente do todo dia de Cruz Das Almas e estou muito feliz que isso velham acontecendo porque ja passou da hora disso acontecer estou muito insatisfeita com o atendimento de lá.

    ResponderExcluir