21 de fev de 2011

Missão técnica a Medellín apresenta seus resultados

Do IPEA
Técnicos do Ipea foram à cidade colombiana para observar como a experiência de intervenção pode ser levada ao RJ
O envio de uma missão técnica do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada a Medellín, na Colômbia, em dezembro de 2010, foi atividade integrante do acordo de cooperação técnica firmado entre o Ipea e a Caixa Econômica Federal que tem como objetivo desenvolver metodologia para a avaliação da intervenção sociourbanística no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro – obra integrante do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
Da missão, organizada pela Agência de Cooperação e Investimento do município de Medellín, participaram técnicos de planejamento e pesquisa do Ipea e dois empregados da Caixa, que tiveram a oportunidade de conhecer os Projetos de Urbanização Integral de Medellín. Trata-se de uma referência importante utilizada para a concepção do projeto da intervenção do PAC no Complexo do Alemão, bem como os procedimentos de avaliação e priorização de políticas públicas lá utilizadas. Pelo Ipea, compuseram a missão Cleandro Krause, Renato Balbim, Vanessa Nadalin, Carla Coelho de Andrade e Maria Martha Cassiolato.
Além de receber informações prestadas por técnicos do município, foram feitos contatos com as universidades locais, de modo a estabelecer-se cooperação técnica para a avaliação de políticas públicas. Um documento que elenca os pontos mais importantes verificados na missão a Medellín propõe, também, uma discussão sobre o modo como a intervenção no Complexo do Alemão transpõe o modelo colombiano para a realidade do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário