16 de ago de 2009

O buraco econômico

A euforia do mercado com os indíces econômicos e com a recuperação da bolsa expõe mais uma vez a esperteza do mercado e afloramento da especulação.

Ora, nos últimos meses, o capital especulativo acumulou prejúizos (por culpa da bolha criado por eles) e estava acuado pelo clima negativo gerado quanto às atuações dos "profissionais" do mercado.

A imprensa especializada (sic) que ajudou a inflar a bolha especulativa, e era uma das principais culpadas pela crise, direcionou a culpa: Os demônios foram individualizados e eram os agentes econômicos que utilizavam da imprensa para criar maneiras de inflarem os seus bônus futuros .

Entretanto, ultimamente ocorreu uma guinada nas análises, aflorando novamente o dedo da imprensa, encontrando midas econômicos dentro do sistema.

Reportagens em revistas econômicas sobre especuladores que ganham dinheiro ns bolsa, sobre a volta dos famigerados bônus por valor de ação, dentre outras ações deflagradas por estes agentes econômicos.

O que se aufere desta guinada é que o movimento de adequação do mercado a economia real foi obstado e a hipotetiva recuperação da economia foi novamente criada (especulada).

O que se vê é que não houve a recuperação efetiva da economia e sim uma nova especulação surgindo.

Assim, cria-se uma bolha dentro da outra com resultados futuros malignos e com todos esforços realizados com dinheiro público desperdiçados.

O futuro dirá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário