22 de set de 2010

Porque as notícias relacionadas a família Dantas não são debatidas

Em meados de setembro a Revista Carta Capital tratou sobre a relação de Verônica Serra com a filha de Daniel Dantas em suposta empresa com sede em Miami, que vasculhou o sigilo bancário de 60 milhões de brasileiros.

Que o momento é inoportuno, tem por escopo prejudicar Serra em período eleitoral é claro.

Ora mas se a imprensa "isenta" pode levantar notícias é de se esperar uma contra reação da imprensa alinhada.

O que assusta é que a família Dantas está entranhada de tal modo nas relações do Estado com os cidadãos, seja em privatizações nebulosas, acesso à informações privilegiadas, relação empresarial com políticos e ataques ao Judiciário.

O engraçado é que a mídia "isenta" foi utilizada, pelo réu Dantas, para perseguir juízes e desacreditar o judiciário.

Em que pese, a mídia tentar esconder a relação Verônica Serra/Dantas, é muito estranho a sociedade conveniente com aquele que ainda é considerado o grande beneficiado com a privatização do Estado.

O Serra podia ter um pouco mais de cuidado.

O que se espera é que a publicação do livro do Amaury Júnior (não o da TV) faço o assunto ser reverberado na suposta imprensa "isenta".

Nenhum comentário:

Postar um comentário