24 de set de 2010

Direto do túnel do tempo

Da revista Época em 2002

Como funcionava o combate a corrupção na era FHC.



Edição 207 06/05/2002

Expedito Filho

MINISTÉRIO PÚBLICO

Roberto Castro/ÉPOCA
GERALDO BRINDEIRO
O arquivador-geral pode até engavetar investigações do caso Sudam
Gaveta maior


Geraldo Brindeiro, o arquivador-geral da República, está ampliando os domínios de sua gaveta. Na semana passada, ele reuniu o Conselho Superior do Ministério Público e mudou os coordenadores das Câmaras Setoriais da procuradoria. Um dos substituídos foi Paulo de Tarso Brás Lucas, da Câmara de Patrimônio Público, que teve um papel decisivo na nota técnica que ligou as contas do Banpará ao ex-senador Jader Barbalho. Agora, com todos os coordenadores seguindo sua orientação, Brindeiro tem força até para engavetar as investigações do caso Sudam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário