4 de nov de 2011

Ativistas mudam nome de rua para homenagear Marighella

Do quem torturou Dilma Rousseff
A alameda Casa Branca, no Jardins, amanheceu com outro nome. As placas de identificação da rua foram substituídas por outras com o nome do guerrilheiro Carlos Marighella. O comandante da ALN, a Ação Libertadora Nacional, foi assassinado nessa rua, há 42 anos, pelo delegado do Dops, Sérgio Paranhos Fleury. Segundo os ativistas de direitos humanos que participaram da ação, realizada nesta madrugada, a rua deve passar a se chamar alameda Carlos Marighela. Às 10 horas, outro ato em homenagem a Marighella será realizado na altura do número 800 da alameda Casa Branca, mesmo local onde o guerrilheiro tombou morto, após ser fuzilado por Fleury, em 4 de novembro de 1969.

Nenhum comentário:

Postar um comentário