11 de jan de 2011

O sortudo

Na comarca de Jaguaruna/SC, um processo penal versava sobre um suposto furto em uma residência, onde o réu foi encontrado em uma rodovia próxima ao local portando inúmeros objetos, dentre os quais, um receptor de antena parabólica, 02 caixas de cerveja devidamente acondicionadas em um isopor, rádio, televisor, além de objetos menores.Por coincidência, os mesmos objetos furtados da residência. A audiência transcorria normalmente, com oitiva de testemunhas que reconheceram os objetos furtados. No depoimento do réu, ao ser perguntado sobre a procedência dos objetos ele foi enfático:
-Doutora, é que eu sou muito sortudo.
-Andava eu pela rodovia quando um motoqueiro com capacete parou e jogou todas estas mercadorias em cima de mim, daí achei que ele estava me dando e levei para casa.
Não teve tanta sorte na sentença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário